Vamos começar pelo básico, até porque é do início que se começa! Nascido em 28 de Abril de 1983, na cidade de São Paulo, Henrique foi para a cidade de Votuporanga, no interior do estado aos 2 anos, e lá cresceu, estudou e trabalhou.

Filho de mãe solteira, é o mais velho dos homens entre 3 irmãos. Sempre foi muito independente, e por conta disso começou a trabalhar aos 9 anos de idade vendendo sorvete na rua (na época, era comum a molecada fazer isso no interior), para ajudar nas despesas de casa e comprar suas próprias coisas, aos 10 anos, trabalhava lixando perfis de madeira para uma fábrica de móveis.

Aos 11 trocou a lixa pelo malote, e começou a trabalhar no escritório de contabilidade Leite & Filhos como office-boy, fazendo cobrança e serviço de banco de bicicleta (hoje esse escritório é o que faz a contabilidade da HD Store Design). Aos 12 anos continuou pedalando, mas desse vez numa vídeo locadora, entregando fitas VHS aos clientes que pediam (nossa, que antigo, rs). E é agora que sua carreira profissional começa.

Era manhã de uma quarta-feira, dia 14 de maio de 1997. Henrique tinha 13 anos quando começou a trabalhar no Escritório de Projetos e Engenharia do Engº Lafayete Serafim da Silva, na cidade de Votuporanga. Neste dia começou a desenhar suas primeiras linhas na arquitetura. Projetando residências, galpões comerciais e industriais, aprendeu a manusear todos os instrumentos que um projetista precisa, calcular insolação, ventilação, coberturas, e a criar espaços.

No escritório onde tudo começou, aprendeu a base, além de criar os projetos, também preenchia os documentos necessários, cuidava da parte burocrática, dava entrada na Prefeitura Municipal, atendia aos clientes, coordenava obras e auxiliava o engenheiro no andamento dos projetos. Aos 15 anos já fazia levantamentos planialtimétricos e chegou até a planejar um bairro, no município de Valentim Gentil - SP. Nessa época ainda não existia AutoCAD disponível, e todos os projetos eram feitos a mão.

Perspectiva de uma residência. 1999
Na foto acima, perspectiva de uma residência. 1999

Entre os anos de 1998 e 2000, trabalhou nos escritórios: Robson Mello Engenharia, Engenheiro Salvador Castrequini Neto e Celso Zuanazzi Arquitetura, todos como desenhista e auxiliar de projetos. Em 2001 entrou no Escritório Marco Aurélio Davanço, que também projetava móveis. A partir dai começou a adquirir experiência com planejados e trabalhar com milímetros. Foram 1 ano e meio projetando racks, armários, camas, guarda-roupas, mesas e cadeiras.

Em 2002 se mudou para a capital São Paulo e aos 18 anos começou a trabalhar no escritório Spazio Arquitetura no Bom Retiro especializado em arquitetura para atacado. A partir desse momento entrou no mundo das lojas, onde esta até hoje projetando diversos espaços comerciais em vários segmentos. No Spazio, era responsável por criar os projetos e desenvolver os executivos, além de acompanhar as obras e auxiliar as arquitetas no desenvolvimento dos projetos. Atuou no escritório por 2 anos.

Na montagem acima, perspectivas para lojas de atacado. 2002-2003

Aos 19 anos, em março de 2004 começou a trabalhar num dos maiores escritórios de Arquitetura para Varejo do país, a Falzoni & Alves Lima, e foi neste lugar onde ingressou no mundo das lojas de varejo e aprendeu o Visual Merchandising com dois dos maiores e mais queridos profissionais que já trabalho: Laura Falzoni e Manoel Roberto Alves Lima. Logo nos primeiro meses, ficou responsável por desenvolver os executivos das lojas Luigi Bertolli, Siberian e Timberland.

Com quatro meses de casa, a incrível Laura Falzoni lhe deu uma oportunidade do qual agradece até hoje. Henrique estava trabalhando em sua mesa, quando Laura o chamou para ir até sua sala e perguntou se ele havia feito alguma vitrine na vida. Henrique disse que não, mas que interessaria muito, e então ela deu uma vitrine pra fazer. Era para a loja Glória Coelho, e foi a primeira de muitas outras. A Laura ensinou o que é Visual Merchandising em sua mais pura essência, colocando a mão na massa. desenvolvendo conceitos e sendo responsável por projetos de VM para os maiores clientes do país como Riachuelo, Le Postiche, Lojas Americanas, C&A, entre outros.

Na montagem acima, perspectivas para lojas de varejo. 2005-2009

Querendo explorar novas formas de criação, em 2006 entrou no escritório do designer Marcelo Rosenbaum, e lá entrou em contato com uma outra forma de trabalho, a cenografia e o design gráfico. Responsável pelos projetos de loja e também pelos executivos de cenário, Henrique Dourado também fez parte da equipe que cuidava dos projetos do quadro "Lar Doce Lar", para o programa "Caldeirão do Huck" da TV Globo. O escritório do Rosenbaum foi um dos mais legais em que ele trabalhou e desenvolveu projetos super criativos como Melissa, SPFW e Coca-Cola.

Na montagem acima, perspectivas para lojas de varejo. 2006-2007

E finalmente em 2007 é fundada a HD Design, focada no varejo e que em 2016 teve seu nome alterado para HD Store Design. Porém, tanto Henrique Dourado quanto a agência HDSD, fizeram parcerias periódicas com outros escritórios como Kawara & Takano, Falzoni & Alves Lima, Vimer e Somma, desenvolvendo projetos para grandes clientes como Sony, Lojas Americanas, Speedo, Valisére, Claro, Renner, Cantão, Leader, entre outros.

Entre os anos de 2013 e 2016, firmou um contrato de exclusividade com a multinacional C&A, onde desenvolvia projetos específicos nas áreas de Arquitetura, Visual Merchandising, Comunicação Visual e Cenografia. Em 2017, o profissional começou uma mudança radical em sua carreira e deu início ao fim das atividades da HDSD como escritório executivo, a tornando apenas uma consultoria para varejistas.

Em 2018, Henrique Dourado assume a direção geral da produtora de entretenimento Making Fun e começa a atuar na HDSD apenas como consultor estratégico para projetos de varejo.