VISUAL MERCHANDISING: A SALVAÇÃO DA LOJA!

Se tem uma coisa que é mais importante do que tudo no Varejo, é o Visual Merchandising! Se a Loja souber o poder que um bom VM tem, ela nunca mais viveria sem. 

Quem acompanha o Blog da HDSD já sabe que ter um bom projeto de Arquitetura, investir em Vitrine ou padronizar a Comunicação Visual é o caminho do sucesso para a Loja bombar em vendas. Mas nem sempre os Lojistas tem condições de investir nessas mudanças, até porque muitos já tem seu negócio há anos, em alguns casos são heranças de família e é a única fonte de renda que eles tem.

Pode ser uma padaria, uma lojinha de roupas, um salão de cabeleireiro, não importa, a concorrência é grande, as vendas nem sempre são boas e o sonho de reformar, ampliar ou renovar o negócio vai sendo adiado. Com isso as vendas não crescem, o Lojista tenta se virar pra se destacar na multidão e com o passar dos anos ela vai passando desapercebida aos olhos do consumidor. Mas como fazer a Loja vender mais sem gastar nada?

É mais simples, fácil e rápido do que se imagina. A própria Loja tem essa capacidade e nós da HDSD temos a resposta completa! É claro que não podemos entregar nossa estratégia tão importante, até porque temos um método exclusivo chamado CASVACz, é ele que utilizamos para fazer esse verdadeiro milagre, sem exageros, rs! Por isso dizemos que o VM é a "salvação" de uma Loja e iremos explicar o básico, para se entender o porque desse título.

O Visual Merchandising (VM) é uma ferramenta, assim como a Vitrine, só que ele tem o poder de transformar a Loja pois toda a técnica é baseada na forma de se expor os produtos, na estratégia de se posicionar os equipamentos e na apresentação do PDV (Ponto de Venda). São 5 pontos importantes em que o VM se baseia.

✓ 1 - Arquitetura;
✓ 2 - Exposição de Produtos;
✓ 3 - Vitrine;
✓ 4 - Iluminação;
✓ 5 - Limpeza e Organização.

Lojas Tenda - Ipatinga / MG

 

O conceito de VM é básico, mas a partir dessa base vai se abrindo um leque de opções e se ramificando toda a estrutura, dentro dos 5 pontos indicados acima. Apesar de ser simples, ele é uma ferramenta de uso muito amplo onde se atinge todos os elementos da Loja, da vitrine ao provador, do manequim ao balcão caixa. Como o uso dessa ferramenta se baseia apenas na manipulação e organização dos produtos no espaço em que ele ocupa, não envolve a compra de materiais nem equipamentos, e por isso acaba se tornando a principal forma de melhorar a Loja e consequentemente aumentar as vendas sem custo nenhum, pois ele valoriza e organiza os produtos de forma estratégica, porém, é necessário saber fazer.

Assim como um projeto de Arquitetura para Varejo precisa ser feito por um profissional especializado, o VM tem essa necessidade em dobro, porque se ele não for bom, tem o efeito contrário e muito pior, pode fazer um produto que deveria vender acabar empacado no estoque. Por isso é bom ter cuidado na hora de utilizar essa ferramenta.

O Visual Merchandising é uma técnica criativa, podemos até dar o caminho das pedras e apresentar todos os truques, mas o que faz a coisa acontecer é a mão do profissional, é ele que sabe onde cada coisa vai, o porque deve se colocar o equipamento em determinada posição, quantos manequins é preciso utilizar, se a disposição das bancadas em um salão de beleza ou as mesas de um restaurantes estão certas. Isso tudo é estratégia, não se copia nem se inventa, pois cada loja, bar, ou salão é de um jeito. Se o comércio for na rua é de um jeito, se for no shopping é de outro, se público é classe C ou classe A, tudo isso é levado em consideração.

Por isso não detalhamos aqui o que é VM, seria impossível, cada Loja tem uma necessidade diferente, não adianta copiar a estratégia de um para o outro ou então usar o mesmo conceito que se viu num outro lugar para o seu negócio. Costumamos dizer que quando uma Loja vai mal, ela esta doente e precisa de um remédio, e esse remédio é o Visual Merchandising. Assim como a receita que um médico fornece é única e exclusiva para as necessidades daquela pessoa, o conceito de VM também é único e apenas para aquela Loja, ou seja, se outra copiar ou tentar implementar pode acabar se prejudicando, pois o VM não foi feito para as necessidades dela.

O que fazemos aqui é explicar a importância dessa ferramenta e todos os benefícios que ela pode trazer. Por isso, invista em Visual Merchandising, é rápido, eficiente e barato.

Saiba mais sobre o nosso Visual Merchandising: Clique Aqui!
Conheça nossos projetos de Visual Merchandising: Clique Aqui!

Quer um orçamento de Projeto? Entre em contato com a gente e solicite uma proposta, fale com o nosso comercial: comercial@hdstoredesign.com.br

hdstoredesign - henrique dourado3Sobre o Autor: Henrique Dourado é designer especializado em Varejo. Atua na área há 19 anos onde trabalhou nos maiores escritórios de arquitetura do país. Atendeu aos maiores players do mercado com grandes projetos e por 3 anos prestou serviços exclusivos a C&A. Atualmente é CEO e Diretor Criativo da HDSDSaiba mais!

Siga nos!

facebook | twitter | instagram | linkedin | pinterest | tumblr | flickr | youtube | we heart it | mail 
skype: hdstoredesign

Deixe uma resposta

WordPress spam blocked by CleanTalk.